“Bicho Esquisito”, da diretora e dramaturga Lucia Coelho, retorna aos palcos

 

Bicho Esquisito - Foto: Amanda Nakao
Bicho Esquisito – Foto: Amanda Nakao

Com entrada franca, espetáculo teatral infanto-juvenil, de 2002, ganha adaptação de filha da dramaturga e estimula a imaginação, talento e potencial das crianças a partir da criação de seus próprios brinquedos

O Grupo Navegando volta aos palcos e apresenta no sábado, dia 16 de Julho, às 16h, o espetáculo teatral infanto juvenil“Bicho Esquisito”, com entrada franca, no Teatro do Sesc Niterói.

“Bicho Esquisito” é um dos espetáculos do premiado Grupo Navegando, com texto, direção e concepção original de Lucia Coelho. O espetáculo estreou em 2002 no Espaço Sergio Porto e cumpriu temporadas nos Teatros Municipal do Jockey e Poeira.

A técnica escolhida é a da linguagem de animação que o Navegando desenvolve ao  longo de sua trajetória. A história é baseada em um fato real, que provoca  questionamentos em relação à arte.

O papel branco é o único elemento de cena, usado para fabricar bonecos e  adereços, o uso da imaginação é estimulado para que o publico crie asas e voe ao infinito, em busca de suas próprias descobertas.

Nanda Coelho, filha da diretora, que atuou na montagem original de 2002, é responsável pela adaptação da nova versão do espetáculo, que conta com as atrizes Severa de Brito e Grasiela Muller, além da musicista e atriz Isadora Medella, executando a trilha original do espetáculo em cena.

O Grupo Navegando, fundado em 1977 por Lucia Coelho, tem um histórico de sucessos no teatro infantil. O conteúdo lúdico, original e criativo de suas obras incentivam o publico a descobrir suas habilidades artísticas.

Lucia Coelho, ao longo de quase quatro décadas de história à frente do Grupo, participou de mais de 50 espetáculos como diretora, atriz e autora e venceu mais de 20 prêmios por criações dirigidas ao público infanto juvenil (Moliére, Coca Cola de Teatro Jovem, Mambembe, CBTIJ, entre outros).

Lucia Monteiro Coelho faleceu no mês de Outubro de 2014, deixando um legado de muito amor e inventividade nas artes cênicas para a infância e juventude. Uma curiosidade, A Coelha (como Lucia era chamada) esteve em cena em “Bicho Esquisito” em uma apresentação realizada na NAU | Núcleo de Artes da Urca (Escola que Lucia foi uma das fundadoras em 1976) no mês de Outubro desse mesmo ano.

 

Sinopse

Um menino, artista por natureza, desenhou e pintou uma galinha, durante uma pesquisa escolar.  Orgulhosamente, entregou ao professor,  que,  desprovido de sensibilidade, quase destruiu seu  trabalho, exigindo outro para ser entregue no dia seguinte com mais realidade.

Mas o bicho esquisito abre o bico e conta sua quase tragédia… “Nasci num papel, desenhado por um menino  que me considerou sua obra prima…Meu criador me levou para a escola como dever de casa e fui  amassado e jogado no lixo por um professor  igualzinho àqueles do tempo do onça, que me  chamou de ‘bicho esquisito’. Não tive dúvidas,  me desgrudei da folha do caderno, sai do lixo,  me tornei um personagem com vida e corri  atrás do meu dono que voltava para casa triste,  achando que eu tinha sido morto, matado,  sumido. Nosso encontro emocionante. No estado  em que eu me encontrava, sem pernas, imundo  e amassado, fui submetido a um tratamento  peculiar. Primeiro ganhei novas pernas mas com  um diferencial: pernas com articulações que me fizeram dançar. Depois fui submetido a um banho que me desmilingüiu todo (por eu ser de  papel) e fui transformado em tridimensional o  que me deu status…e mais visibilidade…”

O professor foi desenhar, foi brincar, foi  experimentar, foi ser um eterno aprendiz, em  parceria com seus pupilos, sendo um deles.

Equipe de criação

Texto, direção e concepção original: Lucia Coelho

Adaptação: Nanda Coelho

Elenco: Grasiela Muller e Severa de Brito

Musicista em cena (Acordeom, violão e efeitos): Isadora Medella

Direção musical: Grasiela Muller

Figurino: Cica Modesto

Cenografia: Grupo Navegando

Teatro de sombras: Marcelo Dias dos Santos

Iluminação e operação de luz: Luiza Ventura

Fotografia: Amanda Nakao

Arte Gráfica: Arthur Monteiro

Serviço

Local: Teatro do Sesc Niterói

Endereço:Rua Padre Anchieta 56, Centro

Dia: Sábado, 16 de Julho de 2016

Horário: 16h

Capacidade: 250 lugares

Duração: 45 minutos

Ingressos: Entrada franca

Informações: 21 2719 4119

Classificação indicativa: Livre para todas as idades, recomendado para crianças de 04 a 10 anos

 

Oi...Esse aviso é só para te lembrar de CURTIR a nossa FanPage no Facebook.

Assim você estará cada vez mais ligado nas novidades do Rio Jahé!

CLOSE