Editora utiliza tecnologia de Pokémon Go para atrair novos leitores

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Febre entre jovens e adultos, a realidade aumentada vem conquistando cada vez mais usuários em todo o mundo. Inicialmente utilizada em jogos a tecnologia cria uma nova forma de interatividade e proximidade. Visando esse benefício, a Editora Pendragon uniu-se a essa inovação, dando ao leitor a oportunidade de aproximar a realidade, da fantasia contida em seus livros.

Assim como no jogo Pokemon Go – onde o usuário, à partir do smartphone, pode caçar os personagens do anime japonês-, a Editora colocou atalhos em seus livros que permitem que o leitor interaja com os personagens e com a história que está lendo. Esse contato abre portas para novos leitores, aumentando, assim, o interesse daqueles que, inicialmente, não viam a literatura como uma forma de entretenimento e de seu dia dia.

pokemon-go
Pokemon-Go/Foto: Divulgação

” O jogo Pokemon GO se tornou febre em poucos dias de lançamento, tal jogo utiliza a realidade aumentada, ou seja, ele une informações do mundo real com a do virtual, geralmente utilizando a câmera do smartphone. Isso é fenômeno que não pode ser desprezado, pelo contrário, deve ser estudado e aplicado em nosso meio literário.
A idéia aqui é unir a história presente no livro com recursos digitais do smartphone do leitor. Escondido nas páginas dos livros, serão colocados símbolos que ao serem acessados pelo programa da editora instalado no aparelho, revelará personagens, mapas e cenários no celular do leitor.

Tais informações e visualizações podem ser comparadas com a localização GPS do aparelho, estimulando-os a sair de casa em busca de mais informações sobre a história, bem como, pode-se usar tais informações para direcionar os leitores a compra de livros em locais específicos ou estimulá-los a comprar livros de uma série. O desdobramento disso será a criação de comunidades virtuais fiéis a editora, bem como o aumento significativo de leitores, consequentemente , das vendas”. erá assim com os livros — Comentou Josué Matos, da editora PenDragon, que exibiu na última Bienal de São Paulo, publicações com a tecnologia em seu estande.

Atualmente a editora já disponibiliza em seus livros recursos de interação 3D, além de vídeos em que o próprio autor fala diretamente com o leitor sobre a sua história. Porém, a Pendragon promete inovar ainda mais em seus próximos lançamentos, oferecendo mapas virtuais em romances de fantasia e personagens animados saltando dos livros e brincando com os leitores.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi...Esse aviso é só para te lembrar de CURTIR a nossa FanPage no Facebook.

Assim você estará cada vez mais ligado nas novidades do Rio Jahé!

CLOSE