Vereador envolvido em crime tem o mandato suspenso

Gilberto de Oliveira Lima, conhecido como Dr. Gilberto havia sido eleito vereador pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN)/Foto: Divulgação/Câmara

Na Sessão Plenária deste dia 10 o Presidente da Câmara, Jorge Felippe (PMDB), comunicou a suspensão do mandato do vereador Dr. Gilberto (PTN). A suspensão se deu por determinação judicial e foi informada a Câmara por meio de ofício expedido pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ).

Gilberto de Oliveira Lima foi preso na terça-feira passada numa operação conjunta da Polícia Civil com o MPRJ. Ele é acusado de participar de uma quadrilha que cobrava propina para liberação de corpos no Instituto Médico Legal (IML).

Outras polêmicas já cercaram a vida pública do Dr. Gilberto, como é conhecido: em maio ele matou um criminoso que tentou assaltá-lo na Avenida Brasil. O vereador voltava da
Câmara para casa, na Zona Oeste, quando foi abordado pelos assaltantes Kaio Alves da Fonseca, 18 anos, e Carlos Eduardo de Souza Maciel, 19 anos. Dr. Gilberto atirou contra eles, atingindo no pescoço e na cabeça de Kaio, que morreu no Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. O segundo assaltante também foi ferido.

No ano passado (2016), chegou a ser afastado do cargo exercido no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, por faltar aos plantões. A esposa, Mara Gisele Santos Souza, também procedia da mesma forma. Na época ele se justificou dizendo estar acatando uma orientação da própria Secretária de Saúde.

Rafael Brito

Rafael Brito

Carioca, músico, jornalista, mal humorado pela manhã, inquieto pela tarde, mas feliz todos os dias. Nem de direita e nem de esquerda, gosto mesmo é de "cutucar" feridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi...Esse aviso é só para te lembrar de CURTIR a nossa FanPage no Facebook.

Assim você estará cada vez mais ligado nas novidades do Rio Jahé!

CLOSE